abril 07, 2007

Rainha do Tanque

Amigas, fomos ludibriadas. É isso que tenho a dizer, fomos enganadas desde pequenininhas, os contos de fadas mentiam , sim , isso já sabíamos, mas eles não eram apenas hisórias inventadas para nos entreter, eram criadas para nos fazer sonhar. Mesmo sem saber, criamos falsas expectativas do mundo por causa dessas malditas historinhas.Meninas, não existe um príncipe encantado, a fada madrinha não aparece,o sapo é apenas um anfíbio, o beijo não desperta nada a não ser o desejo, os sapatinhos de cristal quebram e o felizes para sempre é só um eufemismo e um embelezamento da palavra fim.Mas, não quero me desvirtuar do tema,nem começar a dissertar sobre como a socieade foi moldada a partir de pequenos preceitos que nasceram na Idade Média e que vivem até hoje em nossos corações.Aliás, acho que posso encaixar isso nos jardineiros, e nas rosas, por que não nas rosas?Ao falarmos de homens , pensamos sempre naquele homem ideal para nós mesmas, o bonito,o inteligente, o gentil , o engraçado, e por aí vai.Somos direcionadas a pensar em um companheiro ideal, marido impecável,amante fogoso e cidadão completo. E isto, companheiras, não existe.O companheiro ideal, seria aquele que nos acompanharia em todas as nossas jornadas, em todas as nossas inseguranças, e mudanças de rumo de vida, e , os homens são egoístas demais para pensarem em algo que foge da vidinha deles, ou que melhore a vida do outro.O marido impecável seria aquele que não nos escravizarizaria em tarefas domésticas, não exigira que nos tornássemos uma parte de casa, como um eletrodoméstico;seria aquele que não se importaria ao receber um salário menor que o nosso, aquele que não nos visse como mãe dos filhos e deles mesmos, e vamos e convenhamos meninas, os homens não crescem o bastante para se tornarem 100% independentes, sempre precisam de uma mulher a cuidar de suas coisinhas.
O Amor nãotem nada a ver com isso.Continuando.O amante fogoso, bem , todas nós sabemos o que um amante fogoso é, principalmente , o que ele não é. Mas, não me cabe aqui falar sobre sexo, até porque não é só isso que se resume a figura masculina, não para mim, não depois de terem inventado um certo brinquedinho;os homens não conseguem , na sua maioria, depois de um tempo, cumprir seu papel entre quatro paredes,o sexo vira rotina, a rotina os cansa, o cansaço os transformam; eles colocam a culpa na genética, nos hormônios, mas a verdade é que eles não conseguem ser fiéis e não conseguem ser viris o tempo todo.O cidadão completo seria aquele atuante e preocupado com o mundo em que vive, o que nos faz voltar ao egoísmo inicial.Para os homens é vantajoso sustentar essa sociedade desigual e desumana, pois é através dela que suas pseudo-vantagens aparecem , as guerras comprovam que a violência vigora em suas almas, e que eles gostam disso.Por causa disso tudo, amigas, não sou a favor de discutirmos qual é o homem ideal, ou como ele se apresenta para nós.Devemos discutir qual é o papel da mulher, e como podemos melhorar isso sempre.Como podemos nos libertar das amarras do casamento e do convencional, nos libertar do politicamente correto, da Igreja, da maternidade.Desvendar e trabalhar com a nossa mística, sem nenhum homem nos dando apoio.Temos que procurar a independência, a sonhada autarkheia, a mesma que a Mulher de Atenas defendeu ir para os filhos e maridos, deve ser almejada por nós mesmas.Como já disse antes, não existe homem perfeito; mas tem como existir uma mulher perfeita, ou várias delas.A mulher perfeita é aquela que não se submete a ninguém, que não precisa de ninguém para ser o que é, é aquela que não sente nenhuma realização ao encerar o chão da cozinha, ou em agradar o homem que ama.Enfim meninas, o explendor da rosa em si que a faz ser notada, é seu perfume prórprio que cativa, e por causa de suas pétalas e espinhos pode ser considerada linda, e não por causa de um jardineiro que a tenha plantado, regado ou protegido.

Ass.: Patrícia Galvão , ou , Pagu

Um comentário:

vanessa disse...

"e pagu e
doi..pq eh bom de fze doe"
=**********